A igreja em saída em época de pandemia

A igreja em saída em época de pandemia

24 de junho de 2020 Off Por GED

A expressão igreja de saída usada por nosso Papa Francisco faz referência a uma Igreja que toma a iniciativa, sem medo de ir ao encontro dos afastados, de chegar às encruzilhadas dos caminhos para convidar os excluídos.

Nesse sentido, para levar a cabo a proposta de uma “Igreja em saída”, o Papa Francisco aposta na missionariedade da Igreja, de modo que hoje todos somos chamados a esta nova ‘saída’ missionária, sem medo de enfrentar os cenários e os desafios próprios da missão evangelizadora da Igreja.

A humanidade tem enfrentado um dos momentos mais difíceis de sua história moderna: a luta contra o coronavírus

Mas, uma coisa que não pode parar é a evangelização. Sim! É possível evangelizar em tempos de pandemia e o “carro-chefe” será a evangelização online.

A Igreja, neste momento tão difícil, está cumprindo a risca tudo que o nosso Papa pediu antes mesmo de começar a pandemia no mundo. As famílias estão se reunindo para orar em favor dos necessitados. Vamos frisar bem “as famílias estão se reunindo em oração”.

Mesmo obrigados a ficar em quarentena, podemos, nessa época, tirar proveito de coisas que em nosso dia a dia não tínhamos tempo para refletir. Como, por exemplo: a importância da oração em casa, reunindo toda a família. E mais, estamos aprendendo a usar nossos inseparáveis celulares como ferramenta essencial para nos unir em oração.

Estamos, a todo o momento, em grande parte do mundo, levando o evangelho a todos, através das redes sociais.  Estamos aprendendo a rezar em família e, de certa forma, entusiasmando aqueles que ainda não tinham experimentado a força da oração.

O Papa Francisco deseja que todo o Povo de Deus possa participar da vida da Igreja; que ninguém se sinta excluído da vida eclesial, mas todos se sintam amados e acolhidos por Deus. A “Igreja em saída” é justamente uma Igreja de portas abertas, a fim de acolher e oferecer a todos o testemunho salvífico do Senhor. É uma Igreja que busca iluminar a humanidade com as luzes do evangelho, sem condicionar a fé cristã num emaranhado de obsessões e procedimentos.

Vale ressaltar que os momentos de reclusão doméstica podem ser fecundos para vida na fé. Se bem vividos produzirão uma Igreja ainda mais forte e evangelizadora. 

Saudações Decolores, viva a vida!